As aulas irão começar e com elas as expectativas de pais e alunos que irão pela primeira vez à escola. O processo de adaptação é bem significativo para a criança que terá pela frente pelo menos dois grandes desafios: o de enfrentar um ambiente desconhecido para ela e a separação da mãe/pai. Essa separação parece ser um episódio ruim, mas na verdade é extremamente necessária para o seu desenvolvimento sócio emocional. É na escola que ela iniciará a convivência numa sociedade mais ampla, ao mesmo tempo em que viverá a separação, por pouco tempo, da sua família.

Os pais ocupam papel importantíssimo nessa experiência e precisam dar todo o apoio, ajuda e segurança. Toda criança irá enfrentar o “primeiro dia de aula” e terá que absorver que a separação existente é momentânea e que, com certeza, seus pais não a estão abandonando, logo voltarão para buscá-la. À medida que for entendendo isso começará a se sentir segura e confiante e então se soltará e começará a participar da rotina da escola mostrando que venceu o período de adaptação.

Para favorecer esse processo mantenham contato com a equipe pedagógica, fale o que você está sentindo, compartilhe suas dúvidas e busque esclarecimentos para estar fortalecido e seguro. Esse processo também gera angustias para os pais.

Veja algumas dicas:

* Converse com a criança sobre as coisas boas que ela vai fazer na escola, mostre entusiasmo e animação. Assim, passará que você confia na escola e na professora;

* Escolha com ela um brinquedo ou objeto significativo para levar pra escola. Assim ela terá um pouco da sua casa nesse novo espaço.

* Entregue-a a professora, dessa forma você demonstra que cofia nela; Quando a professora precisa retirar a criança dos braços dos pais, parece que estes não estão seguros para essa entrega, se tiver muito difícil coloque-a no chão para que a professora possa pegá-la.

* Quando se despedir realmente saia. Voltar várias vezes para dar outro beijinho ou tchau, revela ao seu filho insegurança;

* Jamais saia escondido ou engane-a. Sempre fale a verdade, avise que vai sair, mesmo que ela fique chorando. Desta forma ela não perderá a confiança em você;
* Procure não se atrasar na hora de voltar para buscá-la. Observar os pais dos coleguinhas chegarem e os seus não gera muita angústia na criança nesse período inicial.

De resto viva esse momento intensamente, tire fotos, registre as experiências de seu filho e tenha a certeza que a equipe da Tempo de Criança estará ao seu lado no que precisar. Recorra a nós, solicite ajuda, procure conversar e logo, logo estaremos celebrando juntos essa grande conquista da NOSSA criança.